• denuncias
  • peticionamento
  • Mediação
  • mov procedimentos
  • autenticidade de documentos
  • administracao publica
  • fraudes trabalhistas
  • liberdade sindical
  • meio ambiente
  • promocao igualdade
  • trabalho escravo
  • trabalho infantil
  • trabalho portuario
  • gefron
  • rafael paint
  • pastoral 2
  • agrotoxico
  • País gastou R$ 80 bilhões em benefícios acidentários de 2012 até hoje
  • MPT abre inscrições para estágio na área de Tecnologia da Informação
  • Empresa de Sapezal é condenada em ação do MPT por irregularidades no trabalho em altura
  • MPT vai apurar acidentes ocorridos com máquina de embalagem em panificadora
  • Audiência pública debate impactos dos agrotóxicos em Mato Grosso
  • MPT entra na Justiça contra empregador que descumpriu três TACs desde 2015
  • Campanha criada pela ANPT quer a valorização do Ministério Público do Trabalho
  • Trabalho Infantil é tema de palestra em faculdade em Sinop
  • MPT participa de seminário em Alta Floresta e debate direitos das mulheres
  • Empregado submetido a condições degradantes de trabalho por mais de 10 anos consegue reparação na Justiça
  • MPT-MT tem novo horário de funcionamento
  • Parceria entre MPT e Sesp viabiliza pontos de monitoramento com câmeras OCR para intensificar fiscalização na fronteira
  • MPT lança Manual de Boas Práticas para promoção de igualdade de gênero no trabalho
  • MPT quer garantir cumprimento de normas de saúde e segurança em supermercados de Cuiabá e VG
  • MPT em Mato Grosso tem novo procurador-chefe
  • Parceria entre MPT e Escritório da ONU viabilizará reforma do Centro de Pastoral para Migrantes de Mato Grosso
  • MPT e IFMT firmam parceria para implantar projeto de fazenda agroecológica
  • Grupo econômico familiar de MT é condenado a pagar R$ 6 milhões por trabalho escravo

MPT e IFMT firmam parceria para implantar projeto de fazenda agroecológica

27/11/2018 - O Ministério Público do Trabalho em Mato Grosso (MPT-MT), o Instituto Federal de Mato Grosso (IFMT) e a Fundação Uniselva firmaram, no mês de novembro, um acordo de cooperação técnica para a realização do projeto de extensão “Implantação do Centro Vocacional Tecnológico de Agroecologia e Produção Orgânica do Cerrado”, a ser desenvolvido no campus São Vicente, a cerca de 70 km de Cuiabá.

O objetivo do projeto é criar um Centro Vocacional Tecnológico Referência em Agroecologia e Produção Orgânica (CVT do Cerrado), visando à construção de conhecimentos e desenvolvimento de práticas aliadas ao ensino, pesquisa e extensão. Na avaliação do procurador-chefe substituto do MPT em Mato Grosso, Rafael Mondego Figueiredo, a parceria com o IFMT é positiva por possibilitar o fomento à agricultura sustentável. 

"O Ministério Público tem esse norte, de dar um retorno de sua atuação à sociedade. E nesse momento de crise financeira é importante ter uma visão social e destinar os recursos obtidos em condenações a essas finalidades. É muito tocante observar o que pode resultar da nossa atuação: além de combater a ilegalidade, podemos promover uma união de forças para trazer melhorias de condições de vida à sociedade”, pontuou.
 
A reitora substituta do IFMT, Gláucia Mara de Barros, falou sobre a iniciativa. “São duas instituições comprometidas com o bem comum estabelecendo uma importante aliança. O IFMT mais uma vez oferece à comunidade interna e externa o seu melhor: a educação. Em contrapartida, o investimento do Ministério Público do Trabalho nos fortalece e nos credencia para que outras instituições do mesmo porte e com a mesma credibilidade venham ao nosso encontro e firmem parcerias tão fortes e seguras quanto esta”, destacou.
 
Pioneirismo 
 
O caráter pioneiro da fazenda agroecológica dentro do maior campus agrícola do país foi ressaltado pelo pró-reitor de Extensão do IFMT, Marcus Vinícius Taques Arruda, e pelo diretor-geral de São Vicente, Livio dos Santos Wogel.
 
“O CVT, além de inédito, será uma referência na região e nos aproximará da comunidade. À medida que o projeto for sendo executado, as capacitações oferecidas, surgirão novas demandas e novas possibilidades de ação com esse público”, observou Taques. "Esse projeto de agroecologia demonstra uma nova maneira de fazer produção agrícola, atingindo não apenas o agronegócio, mas também a pequena escala, com nenhum uso de agrotóxico. O IFMT abre esse espaço para ensino, pesquisa e extensão de qualidade, contemplando diversas formas de produzir", completou Wogel.

 Fonte: IFMT com alterações

Imprimir

  • banner abnt
  • banner transparencia
  • banner pcdlegal
  • banner mptambiental
  • banner trabalholegal
  • banner radio
  • Portal de Direitos Coletivos